Ter todas as parts individuais num mesmo arquivo é uma vantagem incrível. Foi desenvolvido pelo Sibelius e se chama “dynamic Parts” mas hoje está presente na maioria dos programas. No Finale por exemplo, chama-se “linked parts”.

Todavia, ninguém implementou de maneira tão simples e eficaz essa ferramenta como o Sibelius. Existem muitos recursos para se formatar todas as parts iguais, imprimir todas com um clique e ainda assim manter independência na hora de ajustar detalhes diferentes da partitura completa.

Neste vídeo, mostro uma outra utilidade: Criar uma part personalizada, com alguns instrumentos da minha escolha.