Latest Entries »

Pessoal, sei que a informação não é tão recente. Escrevi o Post na época mas ficou preso na caixa de saída do blog. De qualquer maneira, resolvi publicar, caso tenha alguém que não esteja acompanhando as novidades.

Esta semana recebemos uma notícia de grande impacto para usuários de Media Composer, Pro Tools, Sibelius e outros produtos Avid.

Foi lançado o Avid Scorch, aplicativo para iPad que possibilita visualizar, ouvir e até editar partituras geradas pelo Sibelius.

Conheça mais sobre o Avid Scorch aqui

Veja o Avid Scorch no site da Apple Store aqui.

Apesar deste anúncio estar diretamente ligado apenas aos usuários de Sibelius, para quem usa Pro Tools e Media Composer é uma ótima notícia saber que a Avid está investindo no mercado de dispositivos portáteis, e não é muito difícil imaginar quantos apps interessantes poderiam ser desenvolvidos.

Os lançamentos de novas versões do Sibelius sempre foram impactantes para o mercado. São pioneiros em quase todas as tecnologias utilizadas hoje em dia por outros softwares do mercado, e desta vez não foi diferente.

 

Quer experimentar o Sibelius 7 logo? Faça o download aqui da versão demo. Você poderá testar a versão 100% funcional do software por 30 dias.

Na nova versão do Sibelius 7, temos muitas mudanças e muitas novidades e recursos exclusivos, jamais vistos em qualquer outro software de notação musical. Neste artigo, estão as principais.

Fiquem de olho, pois, em breve, teremos vídeos explicativos em português, além de outras ótimas novidades sobre os cursos de Sibelius na ProClass.

– Todos os botões tem texto abaixo: o toolbar (barra de ferramentas) foi completamente modificado, com o propósito de atender o usuário com pouca experiência de maneira mais rápida e direta. Com estas informações à vista, fica mais claro do que nunca o que cada botão faz.

– Novo banco de sons, levados a sério!  A maioria dos softwares inclui uma biblioteca de sons básica, geralmente de 2 a 4GB no total. No Sibelius 7, isto foi levado a outro patamar, e, agora, uma livraria de 38 GB (sim, trinta e oito gigabytes) vem com Sibelius 7. O resultado? Qualidade superior e menos confusão ao utilizar instrumentos virtuais externos.

– Suporte a processamento 64-bit: o Sibelius 7 é o único software de notação musical que pode usufruir da capacidade máxima da sua memória RAM, graças ao seu sistema nativo de processamento em 64-bit. Melhor performance, acesso a bancos de sons de maior qualidade, mais efeitos, mais plug-ins e maior velocidade de processamento, são os resultados.

– Music XML Import e Export: agora no Sibelius 7, é possível tanto receber quanto enviar material vindo de outros softwares, exportando suas partituras através do formato Music XML (com ou sem compressão de dados).

– Otimizado para quem usa apenas monitor: enquanto a maioria dos softwares ignora completamente o fato de vários usuários usarem telas pequenas dos laptops e apenas um monitor, o Sibelius 7 foi redesenhado para servir melhor a este mercado. E para quem gosta da experiência em iPad e outros tablets que possibilitam aplicações Full screen, o Sibelius 7 traz esta possibilidade tanto para o Windows quanto para o Mac.

– Melhor transição entre Finale e Sibelius: usuários de Finale tem agora um problema a menos para se preocupar se quiserem migrar para o Sibelius 7. O novo Step Time Input funciona exatamente como o Simple Note Entry Mode do Finale. Então, se você sabe escrever no Finale com este método, você sabe Sibelius. Mais que isto, o sistema Music XML permite importar e exportar partituras do Sibelius e Finale sem traumas.

Neste vídeo, temos uma boa explicação de como usuários de Finale podem começar a trabalhar com o Sibelius rapidamente:

Cristiano Moura é instrutor de Sibelius da ProClass, no Rio de Janeiro, além de ser certificado pela Avid como Pro Tools Expert Certified Instructor.

 

Amigos,

Eu e o pessoal da ProClass vamos fazer um seminário interativo no dia 18/12 as 14hs (horário de Brasília), explicando sobre o Pro Tools 9 e suas ferramentas. Vamos ter algumas rodadas de perguntas via chat, então é uma ótima maneira de se atualizar.

Estivemos na Sede da Avid na Califórnia durante o lançamento e além de receber treinamento da nova versão, também tivemos oportunidade de trocar informações com outros instrutores de outras partes do mundo além de ver de perto a repercussão desta nova versão na convencão da AES.

Para quem quiser participar, basta enviar um email para proclass.channel@proclass.com.br com o título “ASSISTIR” para receber o link.

Se quiser conhecer mais sobre a ProClass – Cursos e treinamentos, visite http://proclass.com.br.

Abraços

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Neste mês de dezembro escrevi na Backstage uma coluna explicando sobre algumas técnicas e modificações que temos que fazer para escrever textos em português no Sibelius.

Não costumo fazer posts sobre as colunas da Backstage, mas achei que este assunto seria importante colocar por aqui, pois é o tipo de assunto que você não encontrará em nenhum lugar da internet já que o tema é muito específico sobre o nosso idioma.

A partir deste mês de Outubro, estarei escrevendo artigos e tutoriais sobre o software Sibelius 6 na Revista Backstage.

Aqui está o anúncio pelo blog oficial do Sibelius.
http://www.sibeliusblog.com/news/brazils-backstage-magazine-features-sibelius-tutorials/

O primeiro artigo se chama “1001 maneiras de navegar no Sibelius 6”, com dicas valiosas para correr pelas páginas e compassos com fluência e rapidez.

Não sabe o que é Sibelius? Clique aqui

Quer ver vídeos com tutoriais e dicas para trabalhar no Sibelius? Clique aqui para visitar meu canal no youtube.

Se tiverem sugestões sobre o assunto, é só escrever!

Abraços!

O Sibelius 6 é um poderoso software para escrita de música em geral, mas pouco se fala de sua utilidade na hora de criar exercícios (worksheets), provas e materiais de ensino para estudantes de música.

Apesar de comandos similares, a maneira com a qual você lida com o software acaba sendo diferente e muitas “normas” e “convenções” acabam sendo quebradas por uma questão didática, então neste vídeo você tem a possibilidade de me acompanhar na criação de uma tabela de escalas e observar a riqueza de detalhes que o programa oferece.

Neste vídeo você encontra dicas, truques e macetes de configurações que podem melhorar o seu rendimento no trabalho com Sibelius 6.

Eu sempre soube que o Sibelius é o tipo de programa que surpreende a cada dia que você se dedica a descobrir mais sobre ele.

São atalhos, ferramentas, ideias e menus com funções incríveis mas que passam despercebidas num primeiro instante.

O que me surpreendeu nestes últimos dias foi o aplicativo “NumPad” para iPad, iPhone e iPod que revoluciona a maneira de trabalhar trazendo o Keypad do Sibelius para sua interface. Veja o vídeo, feito por Steve Bird e entenda como pode ser mais prático e agradável trabalhar no Sibelius usando o app numpad no iPad.

Alguns comentários:

– Aqui está o site do fabricante: http://www.edovia.com/numpad

– Para ter este aplicativo, você só precisa de míseros $3,99 na app store. O link éhttp://itunes.apple.com/app/numpad-wireless-numeric-keypad/id297623436?mt=8

– Lembrando que não é apenas para iPad. Funciona com iPhone e iPod touch.

– O aplicativo também conta com o sistema simple entry do Finale.

– É interessante trabalhar com a mão esquerda no keypad para deixar a mão direita livre para o mouse.

– Quem não tiver keypad e quiser tentar essa abordagem, pode comprar um numeric pad USB. É algo super barato e muito útil.

– Acho muito agradável a visualização no iPad, onde você visualiza as figuras e símbolos musicais ao invés de ver os números do numeric pad.

– Alterar entre os diferentes Keypads no Sibelius utilizando as teclas de F8 ao F12 é ótimo, mas no iPad onde você pode simplesmente “virar” as páginas é muito mais produtivo.

Entre o dia 17/8 e e 31/8 iniciaremos uma nova turma de Sibelius 101 na ProClass as terças e quintas de 19:00 as 22:00.

Para que não conhece, a ProClass é a única escola de tecnologia ligada a música do Brasil credenciada pela Avid para dar seus cursos certificados de Pro Tools e Media Composer.

Sendo o Sibelius parte da Avid, a ProClass se torna o local ideal para fazer um curso da área, com a vantagem do contato direto com o fabricante.

Recomendo conhecerem não somente o site da ProClass como também:

Blog da ProClass: Diversos assuntos, matérias e reportagens selecionadas sobre música e Audio.

Forum da ProClass: Um ótimo local para entrar em contato com os professores, trocar idéias e tirar dúvidas sobre qualquer assunto ligado a música e produção Musical, incluindo Sibelius e Pro Tools.

Mesmo no Sibelius 101 que é o primeiro nível, já capacitamos o aluno a escrever suas músicas de diversas maneiras, além de realizar edições e distribuir de diversas maneiras seu material.

Ainda nas extensões, falamos sobre como regular VST no Sibelius, como converter partituras do Finale para Sibelius, Encore para Sibelius entre outros.

E para quem é de outra cidade, fique ligado pois vamos abrir cursos intensivos em que o curso todo é feito em apenas um final de semana.

Aqui vai a grade completa:

O Curso de Sibelius 101 tem como objetivo fornecer os conhecimentos essenciais
para a criação e finalização de uma partitura no Sibelius, abordando diferentes
métodos de entrada de notas, edição básica e impressão.
Tópicos:
– Visão geral do softtware, características e funcionalidades.
– Maneiras de utilizar por compositores, arranjadores, professores e estudanttes.
– Escrita musical com mouse e com teclado QWERTY.
– MIDI – Gravação de execução musical.
– Playback – Funcionamentto e ferramenttas.
– Edição – aprendendo a economizar tempo.
– Mixer – funcionamentto e conceitos de mixagem.
– Tipos de finalização: Impressão, áudio e exportação de gráficos.
– Importação e exportação de MIDI files.
– Venda de música pelo site http://www.sibeliusmusic.com.
Informações gerais:
Duração: 15 horas
Pré-requisito: É aconselhável ter conhecimento de teoria musical e informática
Recursos metodológicos: Exposições dialogadas de exemplos práticos.
Certificado: Certificado ProClass – Sibelius 101.

Sabemos que é possível exportar uma página inteira como um gráfico no Sibelius 6 e carregar para outro programa.

Agora, o que pouca gente sabe é quando você só quer exportar um pedaço da página, existe uma maneira muito mais simples de realizar. Acompanhe no vídeo.